icon for benefit1

CORPO

Aumente sua energia e vitalidade
Fortaleça seu sistema imunológico
Melhore seu bem-estar físico

icon for benefit2

MENTE

Aumente sua concentração e clareza mental
Alivie seu estresse e reduza sua ansiedade
Melhore sua memória

icon for benefit3

ESPÍRITO

Adquira paz interior e tranquilidade
Viva com energia positiva
Desenvolva seu lado espiritual

Aprenda o Falun Dafa

Reserve o seu lugar para um webinar GRATUITO de até 1 hora e 30 minutos.

* Suas informações serão mantidas privadas e confidenciais.

O que é Falun Dafa
(Falun Gong)?

Falun Dafa, também conhecido como Falun Gong, é uma prática tradicional chinesa, de mente e corpo que consiste em cinco exercícios suaves incluindo meditação. A prática é guiada pelos princípios: Verdade, Compaixão e Tolerância. Totalmente gratuito, o Falun Dafa é praticado por pessoas de todos os níveis sociais e profissionais em mais de 130 países ao redor do mundo.

Verdade · Compaixão · Tolerância

Os cinco exercícios do Falun Dafa

first exercise
1Buda Mostrando as Mil Mãos
Usando movimentos suaves de alongamento, este exercício abre todos os canais de energia do corpo.
second exercise
2Postura Parada Falun
Consistindo em quatro posturas estáticas, que são mantidas por vários minutos cada, este exercício aumenta o nível energético e desperta a sabedoria.
third exercise
3Penetrando os Dois Extremos Cósmicos
Com movimentos suaves de mão, este exercício purifica o corpo usando a energia do universo.
fourth exercise
4Circulação Celestial Falun    
Movendo suavemente as mãos pela parte da frente e por trás do corpo, este exercício corrige todas as condições anormais e faz a energia circular amplamente.
fifth exercise
5Fortalecendo Poderes Divinos
Uma meditação que abre o corpo e a mente ao se entrar em profunda tranquilidade, fortalecendo assim os poderes divinos e a potência energética.

Experiências de pessoas que praticam o
Falun Dafa

Quando comecei no Falun Dafa, eu parecia ser uma idosa de 57 anos que estava exausta de viver. Agora, cinco anos depois, tornei-me mais jovem, minhas rugas quase desapareceram e minha energia está crescendo continuamente. Estou me sentindo melhor, mais forte e com a mente mais clara.

- Connie C, Toronto

Sendo um músico, meu ambiente não era dos mais saudáveis. Porém, quando comecei a praticar o Falun Dafa, em um mês, consegui me libertar dessas companhias, do álcool e das drogas. Ler o livro Zhuan Falun me ajudou a sair dessa perigosa situação rapidamente.

– Sterling Campbell, Nova Iorque

O Falun Dafa me dá o conhecimento e a sabedoria para ser um filho, marido e amigo melhor. Isso me permite fazer as escolhas certas mesmo em circunstâncias difíceis.

– Nick Janicki, Phoenix

Falun Dafa
ao redor do mundo

alternative
Praticantes jovens de Israel
alternative
Prática em grupo em Taipei, em Taiwan
alternative
Praticantes sul-coreanos do Falun Dafa
alternative
Rua 42, Nova Iorque
alternative
Falun Dafa na Rússia
alternative
Falun Dafa na capital dos EUA
alternative
Uma mente pacífica é desenvolvida desde criança
alternative
Vigília em Paris, França
alternative
Um momento solene
alternative
Pai e filho juntos por uma causa nobre
alternative
Estudantes meditando, na Índia
alternative
A verdadeira felicidade não se esconde!
alternative
O poder da tranquilidade
alternative
Para pessoas de qualquer idade
alternative
Eleve sua vitalidade e fortaleça a concentração
alternative
Prática matinal em grupo em Chengdu, na China, nos anos de 1990
alternative
Prática matinal em grupo em Guangzhou, na China, nos anos de 1990

Perguntas frequentes sobre o Falun Dafa

1Quais são os ensinamentos do Falun Dafa?
No cerne do Falun Dafa estão os princípios: Verdade, Compaixão e Tolerância (em chinês, Zhen 真, Shan 善 e Ren 忍). O Falun Dafa ensina que esses princípios são as qualidades mais fundamentais do universo.

Os praticantes se esforçam para adotar essas qualidades em sua vida diária por meio da meditação, da prática de exercícios e do estudo dos livros que enfatizam o aprimoramento moral.
O Falun Dafa pode ser classificado como qigong, ou prática de autocultivo, que faz parte de uma tradição ampla e profunda de “aprimoramento espiritual” praticado na Ásia há milênios.

No Ocidente, o Falun Dafa é frequentemente classificado como religião por causa de seus ensinamentos teológicos e morais. No entanto, o Falun Dafa difere muito das religiões no sentido convencional, pois não envolve adoração, rituais ou coleta de dinheiro. As pessoas são livres para entrar e sair e todos são bem-vindos, independentemente da origem.
O Falun Dafa está aberto a todos. Embora tenha se originado na China, é praticado em todo o mundo. Milhões de pessoas de diferentes origens étnicas, culturais e raciais, de todas as classes sociais, praticam o Falun Dafa.

É ensinado por voluntários em mais de 130 países. Os livros do Falun Dafa já foram traduzidos para 40 idiomas e estão disponíveis online gratuitamente.
No início de 1999, um censo realizado pelo governo chinês e a mídia estatal chinesa estimaram que de 70 a 100 milhões de pessoas praticavam o Falun Dafa na China, tornando-o a prática espiritual com o maior crescimento no mundo naquela época.

Embora a prática esteja presente em mais de 130 países, é difícil dizer o número atual de praticantes de Falun Dafa no mundo, porque a prática não tem o conceito de filiação.
O Falun Dafa foi divulgado pela primeira vez pelo Sr. Li Hongzhi, natural de Changchun, China.

Morando agora nos Estados Unidos, o Sr. Li foi cinco vezes indicado ao Prêmio Nobel da Paz e nomeado pelo Parlamento Europeu para o Prêmio Sakharov para a Liberdade de Pensamento. Também recebeu o Prêmio de Liberdade Religiosa Internacional da Freedom House, dos Estados Unidos.
O Falun Dafa tornou-se amplamente popular em toda a China durante a década de 1990 e foi muito elogiado e premiado pelo governo chinês na época. No entanto, alguns líderes do Partido Comunista da China lançaram uma violenta campanha de repressão contra a prática em 1999, devido à crescente popularidade do Falun Dafa e porque sentiram que a ênfase do Falun Dafa na vida moral e na cultura tradicional chinesa era uma ameaça ao regime comunista, ateu e materialista, que governa em grande parte através da tirania e do medo.

Muitos informantes também apontam que o principal líder da China na época, Jiang Zemin, pessoalmente se ressentia da popularidade do Falun Dafa, temendo que a prática pudesse roubar a atenção de seus esforços para construir um legado para si mesmo.

Governos de todo o mundo e grupos de direitos humanos, incluindo a Anistia Internacional e a Human Rights Watch, apelaram ao Partido Comunista da China para que parasse a perseguição ao Falun Dafa. Eles condenaram a perseguição considerando-a um ataque ilegal de um regime totalitário contra as pessoas de uma prática espiritual pacífica.
“Falun Dafa” e “Falun Gong” referem-se à mesma prática. “Falun Dafa” é o nome formal, enquanto “Falun Gong” é um termo mais coloquial que se tornou popular na China.

Em português, “Falun Dafa” significa “Grande Caminho da Roda da Lei”.